Aprenda a instalar ou mover o Wordpress

Instalar o WordPress é algo extremamente simples, e não chega a tomar nem cinco minutos do seu tempo, porém, quando é a primeira vez que você está trabalhando com o sistema, pode ser algo um pouco confuso, principalmente para quem não entende sobre bases de dados MySQL, FTP e alguns outros requisitos que são necessários para que a instalação seja concluída.

Outro ponto que pode ser um pouco confuso para iniciantes, é o método que você vai utilizar para mover o WordPress de um servidor para outro, seja ele local, ou remoto.

Hoje vamos falar sobre os dois casos mencionados anteriormente:

  • Novas instalações (bem mais simples); 
  • Mover instalações antigas para outro servidor (dependendo do caso, podem atingir níveis bem avançados).

Ao final do artigo existe um vídeo tutorial que está bem detalhado. Nele você vai encontrar várias informações adicionais e exemplos reais sobre o que você vai ler adiante.

Instalando o WordPress

A primeira coisa que você deve fazer para instalar o WordPress é baixar o CMS. Você pode fazer o download no link abaixo:

Logo em seguida, você deve descompactar a pasta baixada, e encontrar o arquivo wp-config-sample.php.

Extraindo o conteúdo da pasta do WordPress

Após encontrar o arquivo wp-config-sample.php, clique com o botão direito do mouse sobre ele e altere seu nome para wp-config.php;

wp-config.php

Abra este arquivo com o editor de textos de sua preferência e altere os dados a seguir:

/** O nome da base de dados do WordPress */
define('DB_NAME', 'NOME DA BD');

/** O nome do utilizador de MySQL */
define('DB_USER', 'USUÁRIO DA BD');

/** A password do utilizador de MySQL  */
define('DB_PASSWORD', 'SENHA DO USUÁRIO DA BD');

/** O nome do serviddor de  MySQL  */
define('DB_HOST', 'SEU HOST');

Veja os detalhes:

  • NOME DA BD:  Nome da base de dados onde deseja instalar o WordPress;
  • USUÁRIO DA BD: Usuário com permissões na base de dados selecionada;
  • SENHA DO USUÁRIO DA BD: Senha do usuário acima;
  • SEU HOST: Endereço ou endereço IP do seu HOST de hospedagem. Normalmente o valor padrão é localhost.

Se você não souber, ou não tiver esses dados em mãos, poderá entrar em contado com o suporte da sua hospedagem e pedir para que criem uma base de dados, e lhe forneçam os dados descritos anteriormente, porém, é necessário que o usuário tenha permissão para criar tabelas na base de dados, já que o WordPress fará isso por você.

Depois que você alterou os dados descritos anteriormente, deverá alterar a seguinte parte do arquivo wp-config.php:

define('AUTH_KEY',         'put your unique phrase here');
define('SECURE_AUTH_KEY',  'put your unique phrase here');
define('LOGGED_IN_KEY',    'put your unique phrase here');
define('NONCE_KEY',        'put your unique phrase here');
define('AUTH_SALT',        'put your unique phrase here');
define('SECURE_AUTH_SALT', 'put your unique phrase here');
define('LOGGED_IN_SALT',   'put your unique phrase here');
define('NONCE_SALT',       'put your unique phrase here');

Troque todo o trecho acima pelo que está contido no link a seguir:

Por exemplo:

define('AUTH_KEY',         ':T>L*er5^3Ehpv)zUG|xi1g&i|or1]613$u]NbUIho%[@/i56+j%^CeE))D-hwZJ');
define('SECURE_AUTH_KEY',  'Zrg}1eg:&7]njJSy9Ra:AHzM19+ !km90`&[email protected](ZJ,{TcwROQ TElGI?%Lmp');
define('LOGGED_IN_KEY',    'V9:BMcA6}X;uip64/-$MDASC3n #W~K*8b:ODEJSG5qZZ+FIqlS&e~6fygkV-4PL');
define('NONCE_KEY',        '^Mu9l sbX_<Ex&,>&JJJ+Vf^#:-s~[R%zs&e $cH)nql-{=p(MDcu33bv-R+PAC.');
define('AUTH_SALT',        'Uzp:[g*4}@3hz*zh04+5m/H`UZ$$m~35}>(9vPVUAh;YX^Ve46I?)Y:3u8DD8lgB');
define('SECURE_AUTH_SALT', 'YQ?t>-P!5*[email protected]?J}g~V2sh2u#$k=skEjo+`=V|c;.6}oc2T<c-aq&!yYLaW*O');
define('LOGGED_IN_SALT',   'l>[%[[email protected]?4+tw^Q7C!xYUyD9|CAId?K|>>PB-6|L+Usp1XV|ki|8>Zteo-');
define('NONCE_SALT',       '|A=/-:A,H5^6NedV)Lb`Z*wN3HD-<rj+W ~sspfVwh%~l;Bz0|a0<`3=z}FHpj`k');

Salve e feche o arquivo wp-config.php, e envie todos os arquivos para dentro da pasta onde você quer fazer a instalação do seu WordPress, seja na raiz, ou uma pasta interna do seu site.

Assim que terminar, abra seu navegador e acesse o endereço correspondente ao local onde você instalou seu WordPress, neste caso, se for na raiz, é o próprio endereço do seu site.

Pronto, se você viu uma janela pedindo os dados do seu novo blog, basta inseri-los e concluir a instalação.

Não tem segredo!

Obs.: Se ainda tiver dúvidas, assista o vídeo ao final do artigo, lá existem mais detalhes.

Movendo o WordPress para outro servidor

Essa é uma parte um pouco mais avançada, porém, se você entender de base de dados e FTP, não terá problemas quanto a isso.

A primeira coisa a fazer aqui, é baixar tudo do servidor antigo. Toda a base de dados e todos os arquivos que são do WordPress.

Para a base de dados você pode utilizar o phpMyAdmin (tutorial no vídeo ao final do artigo), para baixar os dados, você deve conectar seu computador ao host da sua hospedagem utilizando um gerenciador de arquivos qualquer (FTP), e, em seguida, baixar os arquivos.

Feito isso, você tem algumas opções, mas vamos manter as coisas simples (como estavam no servidor antigo).

Base de dados

  1. Crie uma base de dados no servidor novo com o mesmo nome da antiga;
  2. Importe as tabelas da base antiga para a nova base de dados;
  3. Crie um usuário novo com os mesmos dados do usuário da base antiga para nova base de dados;

Dica: Você pode conferir os dados (nome da base, usuário e senha) no arquivo wp-config.php antigo. Se não puder fazer isso, o suporte da sua hospedagem fará por você, basta pedir.

FTP

Conecte o seu cliente FTP no novo servidor, encontre a pasta que deseja mover os dados do WordPress (ou crie, se for o caso). Faça o upload de todos os arquivos para essa pasta.

Assim que terminar, tente acessar a home do seu blog, caso encontre um "Erro interno do servidor", apague o arquivo .htaccess e tente novamente.

Assim que conseguir acessar seu blog, acesse a administração, vá até "Opções" > "Ligações permanentes", e apenas salve os dados novamente. Com isso, o WordPress deverá gerar um novo .htaccess para seu blog.

Se tiver algum outro erro, desative os plugins, um a um. Nesse caso, desative e teste, desative e teste… até perceber qual o plugin estava causando o erro.

Pronto, provavelmente sua instalação do WordPress foi movida com sucesso.

Daqui em diante, é só configurar novamente os plugins que deram erro (se é que isso aconteceu) e "partir pro abraço".

Tutorial em vídeo: Instalando ou movendo o WordPress

Também fiz um vídeo tutorial, onde fui falando e fazendo tudo o que está descrito neste artigo. Você pode assisti-lo abaixo:

Se tiver dúvidas, basta comentar!