Instalar Ubuntu e Windows em Dual-boot

Para quem deseja aprender um pouco mais sobre o Linux, nada melhor do que instalar Ubuntu e Windows em Dual-boot, ou seja, manter ambos os sistemas operacionais em um mesmo computador gravados em partições diferentes do HD (assumindo que você utilize o Windows, é claro).

Nesse artigo você irá encontrar um tutorial em texto e vídeo descrevendo todos os passos necessários para a criação do dual-boot. Vou utilizar o Windows 10 e o Ubuntu 15.04, mas isso deverá funcionar na maioria das versões de Windows e de Ubuntus mais recentes. Vamos checar os pontos mais relevantes da instalação, como particionamento do HD, ordem de instalação, criação de pendrives bootáveis e coisas do tipo.

Para fazer a instalação, você deverá ter conhecimento sobre como alterar a sequência de boot da placa-mãe do seu computador, já que cada marca traz um método diferente para essa configuração. Nada que uma simples pesquisa sobre a marca e modelo da sua placa-mãe não resolva.

Ordem da instalação: Windows + Ubuntu ou Ubuntu + Windows?

Você pode instalar o Windows ou o Ubuntu na ordem que preferir, mas isso irá implicar diretamente na dificuldade desse tutorial.

Basicamente, a ideia é instalar primeiro o Windows e em seguida o Ubuntu, assim o sistema de boot do Ubuntu (grub) irá detectar uma instalação do Windows e criará um menu de opções na hora que você ligar o computador. Nele você terá opções para inicializar o Windows ou o Ubuntu.

Opções de inicialização do Ubuntu

Opções de inicialização de dual-boot do Ubuntu

Ali você utiliza as setas do teclado para decidir qual o sistema operacional deseja inicializar, ou aguarda a inicialização do sistema padrão por alguns segundos.

Se você fizer ao contrário (Ubuntu, depois Windows) o Windows não irá detectar que seu computador já tem uma instalação do Ubuntu e não criará um menu de opções para que você possa escolher qual o sistema operacional deseja inicializar. Nesse caso você ficará preso apenas ao Windows.

Mais adiante nesse tutorial, vou detalhar como realizar a instalação em ambas as ordens, Windows depois Ubuntu e Ubuntu depois Windows, mas conforme descrito anteriormente, a sequência Ubuntu depois Windows implicará em um grau de dificuldade um pouco mais elevado.

ISO do Ubuntu e do Windows

Para realizar a instalação de ambos os sistemas operacionais, será necessário ter em mãos uma ISO do Ubuntu e do Windows. Claro, assumindo que você não tenha nenhum dos dois sistemas instalado em seu computador.

Se você já tiver uma instalação do Ubuntu ou do Windows, será necessário apenas uma ISO do sistema que você não tem instalado.

Hoje (19/05/2015), você ainda pode baixar uma versão prévia do Windows 10 gratuitamente para seguir este tutorial no link abaixo:

Para o Ubuntu, você sempre terá a opção de baixar a ISO do sistema gratuitamente no Link abaixo:

Baixe o sistema que você ainda não tem (ou ambos) e vamos dar sequência ao tutorial.

Pendrive bootável ou DVD de instalação?

Você poderá realizar a instalação utilizando o método que preferir, pendrive bootável ou DVD de instalação. Ao meu ver, a instalação via pendrive bootável é mais simples, pois, você não vai precisar queimar os dados de instalação em um DVD que provavelmente será utilizado por alguns meses apenas caso os sistemas venham a ser atualizados ou tenham suas versões modificadas.

Para este tutorial vamos utilizar pendrives bootáveis, tanto para instalação do Ubuntu como do Windows.

Não precisamos entrar em detalhes sobre isso dentro deste artigo, pois, já criamos ambos os tutoriais anteriormente. Portanto, para criar um pendrive bootável do Ubuntu ou do Windows, siga os tutoriais abaixo:

Crie o pendrive bootável e continue lendo.

Particionamento do HD

Você só poderá realizar a instalação de dois sistemas operacionais em seu computador se tiver dois HDs (discos rígidos), ou se o seu HD atual tiver duas partições (um HD dividido virtualmente).

Felizmente, você poderá dividir seu HD após a instalação de qualquer um dos sistemas operacionais. Veja como fazer isso abaixo se você estiver usando o Windows.

1 – Pressione simultaneamente as teclas “Windows” + “R” e digite “diskmgmt.msc” (sem aspas) na caixa de comandos Executar;

diskmgmt.msc

diskmgmt.msc

2 – Ao abrir o gerenciador de discos do Windows, clique com o botão direito do mouse sobre a partição do seu Windows (normalmente C:) e selecione a opção “Diminuir Volume”;

Diminuir volume

Diminuir volume…

3 – Ao clicar na opção acima, você verá uma caixa onde deverá indicar a quantidade de megabytes deseja diminuir. Para esse caso vou diminuir meu volume em mais ou menos 20GB;

Selecionando o tamanho a ser dividido em MB

Selecionando o tamanho a ser dividido em MB

4 – Após a finalização, você deverá ter um espaço livre (não alocado) no seu HD, este é o espaço onde vamos instalar o Ubuntu;

Espaço não alocado (livre)

Espaço não alocado (livre)

Agora seu PC está pronto para receber qualquer outro sistema operacional que será instalado em dual-boot com o Windows 10, para nosso tutorial, o Ubuntu.

Boot pelo pendrive

Agora que você já fez tudo o que é necessário para realizar uma nova instalação do Ubuntu, desligue seu computador e conecte o pendrive bootável (que você criou anteriormente).

O próximo passo será modificar a ordem de boot para que sua placa-mãe faça a inicialização pelo pendrive bootável do Ubuntu.

Infelizmente não posso te ajudar nessa etapa, já que cada marca de placa-mãe adiciona um método diferente de acesso às configurações do SETUP. Recomendo que você pesquise na Internet para encontrar como este processo é feito na sua placa-mãe.

Ao inicializar o seu computador pelo pendrive, prossiga para o próximo passo.

Instalando o Ubuntu

Quando a instalação do Ubuntu for inicializada, a primeira coisa que faço é passar o sistema para o meu idioma, no caso Português do Brasil.

Português do Brasil

Português do Brasil

Em seguida, clico direto em “Instalar Ubuntu”;

Instalar Ubuntu

Instalar Ubuntu

Clico em “Continuar” sem modificar nada;

Continuar

Continuar

No tipo de instalação, seleciono o método “Opção avançada”;

Opção avançada

Opção avançada

Seleciono a partição livre que irá receber o Ubuntu; clico no sinal de mais “+” para adicionar uma nova partição;

Selecione o espaço livre (a partição que irá receber o Ubuntu)

Selecione o espaço livre (a partição que irá receber o Ubuntu)

Crio uma nova partição “swap”. Esse tipo de partição é como um arquivo de troca, onde partes do sistema ocuparam esse espaço quando a memória do computador acabar, ou quando o seu computador hibernar (de modo bastante resumido). Normalmente, o pessoal fala que você deve adicionar uma partição swap contendo o dobro do tamanho da memória do computador, ou pelo menos o mesmo tamanho. Por exemplo, se o computador tem 3GB de memória, você criaria uma partição swap de 6GB, ou no mínimo 3GB.

Isso não é uma regra, por exemplo, se você tiver um computador com 16GB de memória e sabe que nunca chega a utilizar nem um terço disso, não precisa de uma partição swap tão grande.

Tudo vai depender do que você precisa.

Particularmente, sempre crio uma partição swap no mesmo tamanho da memória RAM do computador. Nunca tive problemas com isso.

Partição SWAP

Partição SWAP

Novamente, selecione o espaço que sobrou e clique no sinal de “+”;

Novamente, selecione o espaço que sobrou

Novamente, selecione o espaço que sobrou

Não vou entrar em muitos detalhes sobre particionamento, já que isso poderia gerar um único artigo inteiro até que eu pudesse explicar todos os detalhes. Mas no geral, você pode criar uma única partição para a raiz do Ubuntu, ou seja “/”.

Faça conforme mostro na imagem abaixo e dê continuidade à leitura.

Crie uma partição com o restante do HD

Crie uma partição com o restante do HD

Verifique se a partição que você escolheu por último (para a raiz) está selecionada e dê continuidade à instalação;

Verifique se a partição correta está selecionada

Verifique se a partição correta está selecionada

Confirme para escrever as mudanças no seu HD;

Confirme as mudanças

Confirme as mudanças

Agora teremos uma série de configurações pessoais, como fuso horário, teclado e usuário e senha. Veja nas imagens a seguir:

Fuso horário

Fuso horário

Seu teclado

Seu teclado

Usuário e senha

Usuário e senha

Depois de continuar, aguarde até que a instalação termine. Após a reinicialização do computador, você deverá cair no menu para escolha do sistema operacional que irá iniciar; escolha o Ubuntu e pronto:

Iniciar Ubuntu

Iniciar Ubuntu

Agora você fez um dual-boot entre Windows e Ubuntu.

Screenshot_15

Ubuntu iniciado

Para iniciar o Windows, reinicie o computador e escolha a opção referente no menu inicial.

Iniciando o Windows

Iniciando o Windows

E ele será iniciado normalmente;

Windows 10 iniciado

Windows 10 iniciado

Não é nem um pouco complicado, você não acha?

E se eu instalar o Ubuntu e depois o Windows?

Se você, por algum motivo qualquer, instalar primeiro o Ubuntu e depois o Windows, terá que recuperar o GRUB (gerenciador de boot do Ubuntu). Para fazer isso, siga os passos abaixo.

1 – Crie um pendrive bootável do Ubuntu;

2 – Modifique o boot da placa-mãe para acessar pelo pendrive bootável;

3 – Ao iniciar clique em “Try Ubuntu”;

Try ubuntu

Try ubuntu

4 – Acesse o terminal pressionando simultaneamente as teclas “CTRL” + “ALT” + “T” e digite o seguinte:

sudo fdisk -l

Isso deverá listar todas as partições e HDs do seu computador. Você deverá encontrar a partição que está o Ubuntu (normalmente chamada de Linux).

Partição do Linux (Ubuntu)

Partição do Linux (Ubuntu) em /dev/sda6

5 – Agora vamos montar essa partição, então digite:

sudo mount /dev/sda6 /mnt
Montando /dev/sda6

Montando /dev/sda6

Não se esqueça de substituir “/dev/sda6” para sua partição do Linux (Ubuntu).

6 – Por fim digite:

sudo grub-install --root-directory=/mnt/ /dev/sda
Instalando o GRUB

Instalando o GRUB

Nessa parte você também deverá substituir /dev/sda6 e /dev/sda para sua partição e HD onde está o Ubuntu.

Vídeo tutorial

Se você ainda tem dúvidas, abaixo segue um vídeo tutorial contendo as mesmas informações do artigo acima.

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=IIe-3DmczVc

Bem simples, não é?

Concluindo

Um dos melhores métodos para aprender a trabalhar com Linux é utilizando o Linux, portanto, não tenha medo de danificar o sistema caso queira fazer alguma aventura por seus arquivos, lembre-se que você sempre poderá contar com este tutorial para reinstalar o Ubuntu e começar tudo de novo.

Divirta-se!