Review do Windows 10 Technical Preview

Para você que ainda não instalou nem testou o novo sistema da Microsoft, aqui vai um review do que apareceu de novidade na versão mais recente do Windows 10 Technical Preview Build 10074.

O Windows 10, segundo informações, será o último Windows da Microsoft, mas é claro que a empresa não vai parar por aqui. Provavelmente, o sistema deverá continuar recebendo atualizações e melhorias constantes sem modificar o seu nome, assim como acontece com o Google Chrome, que recebe várias atualizações e continua sempre com o mesmo nome. Esse assunto foi levantado pelo engenheiro de software Jerry Nixon, durante uma conferência com a imprensa promovida pela Microsoft nesta semana. Sendo assim, poderíamos esperar uma licença cobrada anualmente, ou algo do tipo para o novo Windows. Mas deixemos as notícias e boatos de lado e vamos direto ao assunto.

Houveram várias modificações na interface de usuário do Windows 10, dentre elas temos um novo menu iniciar, novos ícones, transparência, habilidade de utilizar várias áreas de trabalho e assim por diante. Também tivemos várias melhorias em outras partes do sistema, como a substituição do Internet Explorer pelo Project Spartan (que irá se chamar Microsoft Edge), melhorias no Prompt de comando, no explorer e mais… Vamos ver cada um desses itens em detalhes um pouco mais adiante neste artigo.

Não vamos falar sobre a parte de instalação, pois já temos alguns artigos que podem lhe ajudar neste aspecto, veja os links abaixo:

Mas já vou avisando, a instalação é praticamente a mesma do Windows 7 e Windows 8, principalmente a área de particionamento de HDs. Não mudou nada ali (literalmente).

Você também pode instalar o Windows 10 em uma máquina virtual para acompanhar, porém, você poderá perder performance se o fizer. Meu conselho é a instalação em dual-boot, pois, assim você não perderá sua versão atual de sistema operacional e mesmo assim conseguirá utilizar todos os recursos do Windows 10 com toda a potencia do seu computador.

Vejamos as mudanças mais a fundo.

O novo menu iniciar

O Windows 8 é adorado por uns e odiado por outros, mas 99,9% das reclamações que sempre vejo pela Internet a fora são para a nova Interface Modern (que agora passa a ser velha). Aquela tela inicial do sistema que também é o conteúdo do menu iniciar.

O Windows 10 vai decidir qual interface você deverá usar baseando-se no que você tem em seu dispositivo. Se você estiver utilizando um teclado e mouse, a tela inicial será o desktop com um menu iniciar comum, como o do Windows 7, mas bem modificado. Porém, se você estiver utilizando um tablet, a tela inicial deverá ser modificada para o “modo tablet”, onde tudo será aprimorado para telas sensíveis ao toque.

Novo menu iniciar do Windows 10

Novo menu iniciar do Windows 10

Para quem reclamou do Windows 8, está aí um menu iniciar clássico misturado com o menu iniciar da interface Modern.

Nele você terá uma mistura basicamente tudo o que você precisa no Windows 10, como:

  • Comando de usuário
  • Explorador de arquivos
  • Configurações
  • Programas mais usados
  • Programas adicionados recentemente
  • Todos os programas
  • Funções para desligar, reiniciar…
  • E a nova área para live tiles e atalhos que você desejar

Você pode adicionar praticamente tudo o que desejar na área da direita do menu iniciar, simplesmente clique com o botão direito do mouse e selecione “Fixar na tela inicial”.

Fixar na tela inicial

Fixar na tela inicial

Mas não vá incluindo todos os ícones que ver pela frente na sua tela inicial, pois se a lista for grande demais, você terá de rolar a tela para baixo para alcançar o que deseja.

Rolagem do menu iniciar

Rolagem do menu iniciar

Outra coisa legal no novo menu iniciar do Windows 10 é que você pode redimensionar a tela para o tamanho que você achar melhor, tanto em altura quanto em largura.

Menu iniciar redimensionado

Menu iniciar redimensionado

Você também pode redimensionar os ícones de atalho e as live tiles, assim como realizar outras configurações nos mesmos.

Redimensionando um atalho da tela inicial

Redimensionando um atalho da tela inicial

O menu iniciar, ao meu ver, é uma das partes mais importantes do Windows, portanto, acho que ainda teremos melhorias nessa parte do sistema.

Mais detalhes sobre o menu iniciar do Windows 10 no vídeo ao final do artigo.

Cortana

Enquanto eu verificava o menu iniciar, não pude deixar de notar a caixa de pesquisa gigante que existe logo ao lado do mesmo. Eu não achei uma parte muito usual do design, pois, uma caixa de pesquisa na barra de tarefas toma muito espaço, onde eu poderia adicionar mais ícones de atalho, porém quando descobri sua função fiquei um tanto surpreso.

A assistente virtual da Microsoft, “Cortana”, estará presente nas versões finais do Windows 10. Com ela você poderá enviar comandos de voz para que ela faça parte do seu serviço por você. Infelizmente, não pude testar a Cortana porque ela não está disponível no Brasil ainda, porém, segundo a Microsoft, logo ela estará presente por aqui.

Cortana não pode me ajudar agora

Cortana não pode me ajudar agora

Mas, essa caixa de pesquisa não é apenas feita de “Cortana”, você pode realizar buscas por várias coisas do sistema e online assim como nas outras versões do Windows.

Caixa de pesquisas gigante na barra de tarefas

Caixa de pesquisas gigante na barra de tarefas

Apesar do tamanho, a caixa de pesquisa é bastante útil.

Várias Áreas de trabalho, tarefas e novo “snap” nas janelas

Finalmente alguém da Microsoft percebeu que nós gostamos de utilizar Áreas de trabalho diferentes para trabalhos diferentes e, assim como no Mac OS e no Linux, o Windows 10 tem essa opção.

Você simplesmente precisa clicar no botão de “Exibição de tarefas” (ou pressionar WIN+TAB) para visualizar todas as janelas abertas (tarefas) e as áreas de trabalho disponíveis.

Várias áreas de trabalho e tarefas

Várias áreas de trabalho e tarefas

Todos os programas abertos ficaram presentes na barra de tarefas, mesmo os de outras áreas de trabalho. Assim que você acessar um ícone de qualquer programa aberto em outra área de trabalho, você será levado para a área de trabalho original onde aquele programa foi aberto.

Ao meu ver, o número de áreas de trabalho que podem ser criadas são ilimitados. Em meus testes, cheguei a dezesseis, depois desisti de criar outras mais.

Áreas de trabalho ilimitadas?

Áreas de trabalho ilimitadas?

Você também poderá arrastar uma janela de uma área de trabalho para outra com facilidade, mas apenas na janela de gerencia de área de trabalhos (a janela da imagem acima).

Outro recurso muito legal do Windows 10 é aquele recurso de divisão de janelas na tela. Este recurso foi melhorado para que você possa selecionar o que deseja exibir lado a lado.

Ao encostar uma janela no canto da tela, você poderá escolher qual a outra janela irá dividir a tela

Ao encostar uma janela no canto da tela, você poderá escolher qual a outra janela irá dividir a tela

De fato, você também pode dividir a tela em quatro, o que poderia lhe ajudar em monitores com resoluções maiores.

Janela dividida em quatro

Janela dividida em quatro

Isso pode ajudar na produtividade do seu dia-a-dia.

Apps da interface Modern no Desktop

Particularmente, eu não utilizava nenhuma app do Windows 8 porque elas abriam em uma única janela na tão odiada interface modern, porém, no Windows 10 todos os aplicativos e programas rodam no desktop.

Agora você poderá utilizar o player de vídeo, o aplicativo de música e qualquer outro no desktop, como se fosse um programa normal.

Aplicativos da Modern no Desktop

Aplicativos da Modern no Desktop

Você acredita que esses apps são até legais? Nunca tinha tido a curiosidade de utilizá-los por conta da Interface Modern.

Nova central de notificações

A nova central de notificações trouxe um pouco da Interface Modern, mais um pouco de coisas novas misturado com as notificações em si. Ela ficou um pouco confusa a princípio, mas creio que isso seja apenas uma questão de costume.

Central de notificações ou configurações?

Central de notificações ou configurações?

Além disso, por algum motivo desconhecido, o botão de volume agora é na horizontal. Talvez seja melhor para utilizá-lo em touchscreens.

Botão de volume na horizontal

Botão de volume na horizontal

Algumas partes da bandeja do sistema também tiveram a interface remodelada, como configurações de Wireless;

Wireless

Wireless

E o relógio/calendário;

Relógio / Calendário

Relógio / Calendário

Além de outras partes na mesma área.

Melhorias no prompt de comando

Parece que algumas coisas do Linux chamaram muita atenção da Microsoft, por exemplo, se você já mexeu no terminal do Linux, provavelmente verá alguma semelhança na imagem abaixo:

Sim! Agora você pode ajustar a transparência do Prompt de comando

Sim! Agora você pode ajustar a transparência do Prompt de comando

Ele pode ficar transparente, sua janela não tem mais tamanho fixo e ele aceita atalhos de teclado CTRL+C (para copiar) e CTRL+V (para colar). Isso facilita muito a vida de quem precisa digitar comandos constantemente durante o dia.

Project Spartan / Microsoft Edge

Outro milagre ocorreu, e tanto usuários quanto desenvolvedores de sistemas Web agradecem: O Internet Explorer morrerá e o Microsoft Edge surgirá para substituí-lo.

Project Spartan / Microsoft Edge

Project Spartan / Microsoft Edge

Utilizei este navegador a tarde toda hoje, nenhum travamento, nenhum site apresentou problemas. De fato, por fim nem estava percebendo que estavam em outro navegador que não era o Google Chrome.

Um recurso que eu achei irritante (mas pode ser muito útil) é que o navegador pausa vídeos e músicas quando minimizado, assim que você maximiza a janela volta a tocar de onde parou.

Ele também tem um recurso de exibição para leitura que remove todo o conteúdo das páginas e deixa apenas o texto, o que é muito útil para que gosta de ler. Você também pode adicionar conteúdo para ler posteriormente se desejar.

Recurso de leitura do Microsoft Edge

Recurso de leitura do Microsoft Edge

Acho que o vídeo abaixo da uma ideia sobre o que ele pode (ou poderá) fazer:

É bem massa!

Minhas impressões

A maioria das coisas que eu achei legais foram descritas anteriormente. Agora vou falar como usuário final, sem muitos detalhes técnicos ou coisas do tipo.

Veja o que achei do Windows 10 até agora.

O mais legal

99,9% do tempo o sistema rodou perfeitamente em meu notebook, gastou pouca bateria, não aqueceu muito o processador e não utilizou muitos recursos de hardware (memória, CPU, HD, …).

Me pareceu rodar um pouco mais rápido (esperto) que o Windows 8.1, mas isso pode ser devido a eu ter instalado apenas o necessário para criar este tutorial, além de ser uma instalação limpa do sistema (meu Windows 8.1 já tem bastante tempo sem uma limpeza ou formatação). Porém, eu já fiz uma instalação anteriormente e instalei praticamente tudo o que eu utilizava no Windows 8.1, não vi muitos problemas na maioria dos programas (vou falar sobre um que não funcionou literalmente adiante).

A habilidade de utilizar apps da interface modern no desktop me deu a possibilidade de conhecer apps que podem ser perfeitas no Windows, das quais eu não tinha curiosidade para utilizar.

Eu sempre utilizava o Classic Shell para voltar o Windows 8.1 para o menu iniciar clássico, no Windows 10 eu não preciso mais disso.

Dentre outras coisas que achei mais legais, temos o seguinte:

  • Você não vai precisar trocar de computador para instalar o Windows 10, ele utiliza o mesmo Hardware do Windows 8 e 7;
  • Se você tem uma licença do Windows, poderá fazer upgrade para o Windows 10 DE GRAÇA. Segundo informações, até quem tem cópias pirata do Windows poderá atualizar sem custo algum;

O pior

  • O VirtualBox simplesmente não funcionou, pesquisei em vários fóruns e sites da web para tentar contornar o problema, mesmo assim, sem sucesso.
  • O indicar de bateria não me avisou sobre a bateria fraca, simplesmente desligou a tela na minha cara;
  • Em um único momento, o sistema travou completamente; Eu não conseguia abrir nada, nem clicar em nada (nem o gerenciador de tarefas, nem CTRL + ALT + DEL). Tive que desligar o sistema segurando o botão de desligar do notebook. Quando o Windows voltou, teve que passar por uma sessão de recuperação. Tirei uma foto para que você possa ver a tela de recuperação.
Recuperação do Windows 10

Recuperação do Windows 10

No demais, o restante foi tudo normal.

Vídeo review

O vídeo review abaixo fala basicamente a mesma coisa do texto acima, porém, em mais detalhes.

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=CW5m6xoKPJw

Espero que tenha gostado.