Linux

Clonar HDD ou SSD com o dd pode ser algo bastante simples, com apenas uma linha de comando você pode criar uma cópia idêntica do seu disco ou partição para uma imagem, gerando o backup perfeito.

Antes de continuar lendo este artigo, tenha em mente de que assim como qualquer linha de comando do Linux, o dd pode causar danos irrecuperáveis caso você faça algo de maneira incorreta, portanto, tenha certeza do que está fazendo antes de continuar. Além disso, tenha certeza de que o local onde você vai salvar a imagem de clone do seu disco é maior ou igual ao tamanho do disco a ser clonado, caso contrário não continue. Por fim (e por motivos óbvios), lembre-se que você deve salvar o clone em outro disco, nunca, em hipótese alguma, tente salvar a imagem de clone dentro do próprio disco que está sendo clonado.

Agora que eu já passei um pouco de medo em você, vamos aos exemplos.

Primeiramente, com o dd você pode clonar qualquer disco que quiser, independente do sistema operacionais, tipo de particionamento ou qualquer outra coisa. Isso acontece porque ele fará uma cópia block-by-block  (bloco-a-bloco), salvando tudo exatamente como está no seu disco em uma imagem.

Também é interessante que a partição que você está tentando clonar não esteja montada, ou seja, se você fizer isso utilizando um Live CD do Linux seria mais interessante. Porém, eu já fiz clones com o sistema rodando normalmente e não vi problemas nisso.

O que vou clonar?

Para descobrir a partição que deseja clonar, utilize o comando:

df -h

Ou:

sudo fdisk -l

Ambos os comando irão mostrar as partições do seu Linux, caberá a você saber qual o disco ou partição deseja clonar.

Para o caso de partições, normalmente você verá um número na frente, por exemplo:

Device     Boot     Start       End   Sectors  Size Id Type
/dev/sda1  *         2048    718847    716800  350M  7 HPFS/NTFS/exFAT
/dev/sda2          718848 121960447 121241600 57,8G  7 HPFS/NTFS/exFAT
/dev/sda3       121960448 122882047    921600  450M 27 Hidden NTFS WinRE
/dev/sda4       122884094 234440703 111556610 53,2G  5 Extended
/dev/sda5       122884096 229822463 106938368   51G 83 Linux
/dev/sda6       229824512 234440703   4616192  2,2G 82 Linux swap / Solaris

Como clonar HDD ou SSD com o dd

Perceba que existem números de 1 a 6 em minhas partições, cada uma delas contém algo diferente. Se eu quisesse clonar apenas uma dessas partições, utilizaria o seguinte comando:

sudo dd if=/dev/sda5 of=/media/outro-disco/clone.dd bs=512 conv=noerror,sync

Neste caso estou clonando a partição sda5 para uma imagem chamada clone.dd em um HD Externo.

Para clonar o disco inteiro, basta remover o número da partição, por exemplo:

sudo dd if=/dev/sda of=/media/outro-disco/clone.dd bs=512 conv=noerror,sync

Agora estou clonando todo o disco (no caso um SSD de 120GB) para o HD Externo.

Como restaurar um clone feito com dd

Para restaurar o clone, basta acessar o sistema com um Live CD (do Ubuntu, por exemplo) e inverter o comando. Por exemplo:

sudo dd if=/media/outro-disco/clone.dd of=/dev/sda bs=512 conv=noerror,sync

Mas lembre-se do seguinte, pode ser que o novo disco tenha um novo nome. Se você tentar restaurar o clone em outro disco ou outra partição, poderá danificar todo o sistema de arquivos do novo disco.

Aqui também vale o que eu disse anteriormente, verifique qual é o novo disco ou partição (tenha certeza absoluta) e tenha certeza de que há espaço suficiente para que o clone seja restaurado com sucesso.

Caso tenha alguma dúvida, não hesite em comentar.

Até o próximo!