Criar pendrive bootável do Windows no Linux Cover

Criar pendrive bootável do Windows no Linux

Criar pendrive bootável do Windows no Linux pode parecer algo complexo a primeira vista, mas com algumas ferramentas é possível atingir o objetivo sem muito esforço ou conhecimento. O melhor da história é que seguindo os passos deste tutorial, você vai conseguir criar um pendrive bootável do Windows 7, Windows 8 e Windows 10 sem ter que mudar absolutamente nada além da ISO de instalação do Windows desejado.

Para este tutorial vou utilizar o Debian 8, porém, isso deverá funcionar em várias distros do Linux sem muitas alterações. Além do Debian como sistema operacional, vamos utilizar o ms-sys para escrever a MBR do Windows no pendrive e o GParted para formatação e criação de partições do mesmo. Mas não se preocupe com isso agora, vou passar cada detalhe em um passo a passo mais a diante.

Atenção: Como vamos manipular partições, você deve prestar muita atenção em cada parte descrita a seguir para não aplicar comandos no dispositivo incorreto. É muito fácil confundir os nomes dos dispositivos. Caso você exclua a partição incorreta, será muito complexo ou impossível recuperar os dados que ela continha.

Sem mais delongas, vamos ao tutorial.

Como criar pendrive bootável do Windows no Linux

Para começar vamos instalar tudo o que é necessário para concluir os passos adiante. Não é muita coisa, apenas o Gparted e o ms-sys.

O Gparted já vem com algumas distros do Linux, porém, caso precise instalar digite o seguinte no terminal da sua distro Debian ou baseadas.

Caso tenha algum problema ou sua distro for diferente, siga os passos indicados no site oficial do Gparted: http://gparted.org/download.php.

O ms-sys não vem com nenhuma distro e também não está presentes dentro os pacotes das mesmas, por isso é necessário baixar e instalar este programa. Para tal, siga os passos abaixo:

1 – Baixe o ms-sys para o local de sua preferência no seu computador;

2 – Digite o seguinte comando para descompactar a pasta baixada:

3 – Acesse a pasta descompactada digitando:

4 – Instale o programa digitando:

O dois comandos acima farão a instalação do ms-sys. Caso tenha problemas, veja mais detalhes no site oficial: http://ms-sys.sourceforge.net/.

Atenção: Verifique seus discos

Antes de sair excluindo as partições, tenha certeza de qual disco você está selecionando. Para isso vamos utilizar o comando fdisk que já vem com a maioria das distros Linux.

Abra o terminal e digite:

Você verá uma tela indicando os discos presentes em seu computador, suas respectivas partições e detalhes de tamanho, tipo, etc… O importante aqui é que você saiba qual é o seu pendrive. Existem várias maneiras para descobrir isso, uma delas é pelo tamanho em GBs (mais fácil e rápido). Outra maneira simples seria executar o comando acima com o pendrive desconectado, marcar quais os discos estão sendo apresentados, conectar o pendrive, executar o comando novamente e verificar qual novo disco foi exibido, mais trabalhoso, porém, mais efetivo.

Os discos são exibidos da seguinte maneira no Linux:

Onde o X representa uma letra que será diferente para cada disco, por exemplo:

Isto representa um disco inteiro, a representação das partições vem depois da última letra como um número, por exemplo:

No trecho acima você está vendo um disco com 3 partições. Normalmente os pendrives têm apenas uma partição, no caso acima estaríamos falando de um HDD dentro do seu computador.

Veja na imagem abaixo o que foi detectado em meu computador no momento em que este tutorial foi escrito.

Saída do comando sudo fdisk -l

Saída do comando sudo fdisk -l

Perceba que pelo tamanho já podemos saber que o pendrive é o disco /dev/sdb, portanto meus comandos serão voltados para esse disco.

Atenção: Nunca, em hipótese alguma execute nenhum comando antes de checar qual a identificação do seu pendrive no sistema. A cada reinicialização do sistema as letras podem ser invertidas automaticamente, com isso pode ser que você exclua partições do sistema, ou de outro disco que contenha dados importantes para você.

Formatando o pendrive e adicionando partição NTFS

Agora você já sabe qual é o seu pendrive, então não corremos o risco de você formatar a partição incorreta acidentalmente. Abra o Gparted e selecione a partição do seu pendrive.

Selecione o pendrive correto, conforme vimos anteriormente

Selecione o pendrive correto, conforme vimos anteriormente

Clique com o botão direito do mouse sobre a partição e selecione a opção “Desmontar”; Em seguida, clique novamente com o botão direito do mouse sobre a partição e selecione “Excluir”. Por fim clique no botão superior para “Aplicar” as configurações.

Aplicando as configurações que fizemos

Aplicando as configurações que fizemos

Agora clique no botão “Novo” e adicione uma nova partição “ntfs” com o rótulo “msdos”.

Adicionando uma nova partição NTFS

Adicionando uma nova partição NTFS

Depois de adicionar, aplique as configurações novamente.

Agora clique com o botão direito do mouse sobre a nova partição criada e selecione a opção “Gerenciar sinalizadores”. Marque a opção “Boot”.

Adicionando a flag de boot

Adicionando a flag de boot

Para finalizar, feche o Gparted e abra o terminal novamente.

Gravando a MBR do Windows com o ms-sys

Agora que já temos um pendrive de boot formatado com o sistema de arquivos NTFS e a flag de boot ativa, vamos gravar a MBR do Windows utilizando o ms-sys, para isso digite o seguinte no terminal:

Atenção: Se você não gravar a MBR indicada acima o pendrive vai até dar boot, mas não iniciará o Windows. Lembre-se de trocar “sdb” para o nome do seu pendrive.

Copiando os arquivos da ISO

Agora só precisamos copiar os arquivos da ISO do seu Windows para dentro do Pendrive, para isso vamos montar o pendrive e a ISO.

Dentro do terminal, digite o seguinte para criar duas pastas:

Agora monte o pendrive e a ISO com os seguintes comandos:

Perceba que você deve alterar duas coisas no comando acima:

  • sdb1 – para o nome do seu pendrive (o número 1 continua);
  • /caminho/da/windows.iso – para o caminho da sua ISO do Windows.

Depois de tudo montado, é só digitar o seguinte para copiar os arquivos:

Isso vai levar um tempão, mas aguarde até o terminal o liberar para poder digitar novamente.

Boot da placa-mãe

Depois de terminar tudo o que foi indicado acima, seu pendrive bootável do Windows foi criado, o próximo passo é modificar o sistema de boot da placa-mãe para iniciar pelo pendrive que você acabou de criar e pronto, faça o que desejar com sua nova instalação do Windows.

Vídeo tutorial

Abaixo um vídeo tutorial para ajudar você caso tenha tido dúvidas:

Link do vídeo: https://www.youtube.com/watch?v=pVNHPTsLW-4

Espero que tenha ajudado!

9 respostas
  1. samuel leite
    samuel leite says:

    parabéns pelo tutorial amigo, so tem um erro, na hora de copiar os arquivos para o pendrive no video o codigo é diferente do que esta no tutorial escrito. video:
    cp -r /mnt/windows/* /mnt/pendrive/

    escrito:
    cp -r /mnt/windows/* pendrive/

    Responder
  2. Bidá
    Bidá says:

    [email protected]:~/ms-sys-2.4.1$ make
    cc -O2 -ansi -pedantic -Wall -c -I inc -D PACKAGE=\”ms-sys\” -D LOCALEDIR=\”/usr/local/share/locale\” -idirafter include-fallback -D_FILE_OFFSET_BITS=64 -o obj/fat32fd.o src/fat32fd.c
    make: cc: Comando não encontrado
    Makefile:134: recipe for target ‘obj/fat32fd.o’ failed
    make: *** [obj/fat32fd.o] Error 127

    Responder

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *