Se você escreve muitos códigos em linguagens de programação voltadas para web, provavelmente já utilizou, ou utiliza, o Notepad++. Nesse tutorial, vou mostrar um truque bem simples para recuperar arquivos perdidos após alguma falha que o programa tenha apresentado.

Deixe-me explicar o que aconteceu comigo agora pouco: estive escrevendo um código em JavaScript para o um projeto que utiliza a API do Google Maps como base. Basicamente, esse projeto cadastra estruturas de fibra óptica em postes da cidade. É bem simples, mas a programação é bem complexa, já que o usuário precisa cadastrar postes, cabos e detalhes de cada fibra dentro daqueles cabos.

Estava indo bem, dando apenas aqueles ajustes finais, quando, de repente, o Notepad++ me apresenta uma tela de erro estranha e trava a tela. A princípio pensei comigo: “Reinicio o programa e pronto, volto a escrever meu código”. Porém, após reiniciar o programa e abrir o mesmo arquivo novamente, ele estava todo em branco, sem nadinha de nada. Neste momento quase entrei em pânico, já estava pensando em recomeçar a escrever o código, mas imaginei que isso seria extremamente inviável (já havia gasto quase uma semana para ajustar tudo).

Comecei a mexer nas configurações do programa e fui salvo por algo que eu nem sabia, o backup automático. Sim, se você não sabe disso, o Notepad++ salva quase tudo (por padrão). Se você quiser conferir agora mesmo, simplesmente acesse o caminho:

%appdata%Notepad++backup

Você verá alguns dos seus últimos arquivos editados com o Notepad++.

Porém, não se atente a isso, vamos configurar um Backup mais complexo.

Abra seu Notepad++, clique em “Configurações”, “Preferências”, “Backup”:

Configurando o "Backup completo" no notepad++

Configurando o “Backup completo” no notepad++

Deixando a tela conforme mostro acima, ficará praticamente impossível que você perca qualquer configuração que tenha feito em qualquer um dos seus scripts. Neste caso, cada alteração que você fizer no arquivo será salva pelo Notepad++, com isso você poderá voltar atrás em alguma decisão errada, ou até mesmo recuperar os arquivos perdidos acidentalmente.

Lembre-se que você vai precisar remover a data do final do nome do arquivo, já que a cada novo arquivo salvo, uma nova data será incrementada após a extensão, veja um exemplo:

Arquivos de backup

Arquivos de backup

Isso salvou minha vida para essa semana, espero que também salve a sua.